Projeto Descaminho do Ouro e novas tendências para o turismo foram tratados em assembleia geral do Circuito

O dia começou com uma prova da integração que marca muito bem a atuação do Circuito Caminhos Verdes de Minas. Com excelente participação, aconteceu na manhã hoje a Assembleia Extraordinária envolvendo colaboradores e representantes dos municípios associados e das entidades parceiras do Circuito.

Um dos destaques da reunião realizada por videoconferência foram as novas tendências para o turismo no pós-pandemia. A orientação é que cada município eleja um atrativo de sua área de abrangência para ser amplamente trabalhado. A definição deve levar em conta o fato de que, daqui para frente, os olhos do turista estarão voltados para locais pouco badalados, que se destacam pela sintonia com a natureza, a tranquilidade e até mesmo, o isolamento.

O Projeto Descaminho do Ouro também esteve em pauta. Membros da diretoria do Circuito apresentaram as providências em andamento para alavancar a iniciativa. Trata-se da implantação de uma rota turística dos antigos caminhos do período colonial (século XVIII) que percorrem a área de abrangência do Circuito. Neste momento o trabalho está focado na elaboração de um projeto de sinalização das cidades componentes da rota e de todo o percurso formado por 295 quilômetros de estrada.

A pauta incluiu, ainda, a avaliação das ações implementados pela atual diretoria, a prestação de contas do 1º semestre de 2020 e o trabalho desenvolvido pelo setor de Comunicação e Marketing. Entre os contratos e convênios firmados, a diretoria destacou a contratação de um sistema de gestão financeira, assegurando melhor controle e transparência.

No campo das deliberações, foram aprovados a aquisição de novos equipamentos para o circuito, os acertos no planejamento das próximas ações e o estabelecimento de parcerias com o Sebrae direcionadas a diversas áreas. Também foram avalizados a previsão de despesas para 2021 e os investimentos em serviços de orientação aos municípios no diz respeito às políticas públicas relacionadas ao turismo.

2020-09-01T19:28:47-02:00